Controle de comentários




Definir uma política de comentários para o blog é realmente difícil. No entanto, parece inevitável. É que o número de visitas tem crescido drasticamente e o número de comentários também, sendo que nem todos são adequados. 

Então, pareceu-nos razoável tentar estabelecer alguns padrões e pequenas regras mesmo a que o espaço não vire uma balbúrdia. 

Pensamos, primeiro, fosse o caso de censurar automaticamente os comentários anônimos. Contudo, percebemos que a identificação das pessoas que comentam com a simples exigência de colocarem um nome nada garante. Assim porque o sujeito pode colocar o nome que quiser no comentário. Na verdade, a única segurança da identidade do comentarista é seu endereço de IP, o que haverá de permitir rastreio caso necessário. Em resumo, seguiremos a permitir comentários anônimos.

Para além disso, há também algumas obviedades que, ainda assim, precisam ser ditas. Não é possível se admita comentários com o uso de linguagem de termos obscenos ou grosseiros e mesmo a imputação de fatos que atinjam a honra de terceiros. Também não parece se possa permitir propagandas políticas ou de tom partidário.

Por último, adicionamos à barra lateral um pequeno link que leva à Ouvidoria do Ministério Público. Esse instrumento há de servir a que os leitores interessados possam, por meio de qualquer instrumento de comunicação - correio tradicional, eletrônico, telefone - realizar suas reclamações, pedidos de investigação ou intervenção. Por meio desse instrumento garante-se sigilo absoluto, se assim for do desejo do cidadão.

Gostaríamos, também, de estimular os leitores a que se utilizassem o mecanismo da ouvidoria a oferecer comentários, positivos ou negativos, e mesmo reclamações direcionadas aos serviços prestados diretamente pelo Ministério Público. Assim porque muito importante sabermos como servimos e se estamos servindo adequadamente o cidadão.

Editores:
José Alexandre Zachia Alan,
Paulo Eduardo Nunes de Avila
Ocorreu um erro neste gadget